Psicólogo Infantil

Adriana Trifone

CRP: 06/64229

Psicóloga infantil com mais de 20 anos de experiência no atendimento de crianças e orientação de pais.

FALE COM A PSICÓLOGA

Ligue aora

Psicóloga formada na Universidade São Marcos, com Pós Graduação em Psicodrama na Escola Paulista de Psicodrama e em Psicoterapia Winnicottiana Breve. Além de cursos auxiliares em diversas áreas correlatas, como: Roschach, Técnicas de Jogos e Dinâmicas de Grupos, Psicoterapia Infantil e técnicas de Ludoterapia.

 

​​Com mais de 15 anos como psicóloga clínica, possui vasta experiência em atendimentos individuais de crianças, atendimentos a pais (correlatos aos atendimentos infantis), atendimentos individuais a adolescentes e adultos. Acostumada com trabalho voluntário, também conta com atuação junto à crianças com necessidades especiais.

Público atendido 

  • Crianças dos 2 aos 12 anos

  • Pais de crianças dos 0 aos 12 anos

Serviços

  • Psicoterapia Infantil

  • Orientação de pais

i

Consultas

Fale com a psicóloga para agendar ou tirar dúvidas sobre as consultas:

!

Principais queixas que atende

  • Rebeldia e agressividade

  • Dificuldades de aprendizado

  • Problemas de comportamento ( em casa ou na escola)

  • Dificuldade no relacionamento entre pais e filhos

  • Comportamentos incomuns como medo de dormir, não ir ao banheiro, não comer, não querer ficar sozinho, não ir à escola

  • Mudança repentina de comportomanento

  • Ansiedade infantil

  • Indicação da escola

  • Vergonha, insegurança ou problemas de auto-estima

  • Dificuldades em se relacionar com os amiguinhos

  • Chorar em demasia

  • Querer dormir coms os pais frequentemente

  • Necessidade excessiva de contato com a mãe ou pai

  • Recusa em estar próximo de uma pessoa específica

  • Demora em falar ou andar

  • Xixi ou cocô na cama

  • Pesadelos

  • TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade)

  • Prática ou vítima de Bullying

Abordagem terapêutica

A Ludoterapia, a técnica mais comum de Terapia Infantil, é baseada no fato de que o jogo é o meio natural de auto expressão da criança.
 
É uma oportunidade dada a ela de libertar os seus sentimentos e problemas através do brinquedo. O jogo é uma atividade livre, alegre, agradável e divertida, através da qual a criança manifesta a sua necessidade de movimento-ação.
 
Na verdade enquanto a criança brinca e joga, ela também representa. Dentre todas as atividades de uma criança destaca-se a atividade lúdica, pois o que ela quer é jogar, desempenhar, criar uma realidade própria no seu mundo do "como se fosse".

A Ludoterapia é um método que envolve brinquedos e jogos como meios de entrar no universo da criança, conquistar sua confiança e se comunicar com ela em um nível profundo e sincero.
 
Notamos a alegria que as crianças sentem quando jogam, e demonstram um prazer natural e espontâneo. O jogo permite-lhes ir a um mundo não real, o mundo da imaginação.
 
A criança em sua brincadeira de "faz de conta" alcança pleno domínio da situação, e convivendo com a fantasia e a realidade, é capaz de passar de uma para outra, criando a possibilidade de elaboração de anseios e fantasias. Pelo jogo ela desenvolve as potencialidades de seu ser, assimila-as, une-as e as combina. Para ela o jogo é uma atividade séria, onde o "faz de conta", as estruturas ilusórias, têm importância fundamental.

 

Existem vários tipos de jogos como pesquisa de ritmo, de espaço, de aquecimento, para pesquisar a dinâmica grupal para favorecer o aparecimento ou o manejo de situações agressivas, de relaxamento, de sensibilização e de fantasia.

 

Para alguns terapeutas, a ludoterapia pode ser descrita como uma oportunidade que se oferece à criança para se conhecer e crescer sob melhores condições. É um método de "ajudar as crianças a se ajudarem". Brincando ela pode expandir seus sentimentos acumulados de tensão, frustração, insegurança, agressividade, medos e confusão.

Assim, libertando-se destes sentimentos através do brinquedo, do jogo, a criança se conscientiza deles, esclarece-os, enfrenta-os, e aprende a controla-los. Ao atingir certa estabilidade emocional, percebe sua capacidade para se realizar como um indivíduo, pensar por si, tomar suas próprias decisões, amadurecer e desenvolver suas potencialidades de forma plena.

 

Como falar com a psicóloga infantil Adriana

Comodidade para tirar suas dúvidas ou agendar uma consulta

Ligue aora

Email

Preencha o formulário abaixo para enviar um email e psicóloga dará um retorno